Ser Religioso (poesia)

Liberte-se das correntes
E corra pelos campos
Deixe nossos filhos, doentes
E peça graças aos santos

Espere que tudo aconteça
E que venha tua Divindade
Enquanto que a alma apodreça
Louve pela felicidade

Chore por uma crença infeliz
Rogue pela praga mal feita
Agradeça por pensamentos senis
E em berço de espinhos vá, e deita!

(Daniel Pinheiro, abril/2001)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

"Sou obrigado a reconhecer que, com toda a corrupção que teve de um tempo para cá, o que encontramos no governo Collor deveríamos ter enviado para o juizado de pequenas causas". (Sen. Pedro Simon)

%d blogueiros gostam disto: