Sobre Covardia e Culpa

debatepronto

Neste domingo, 08/12/2013, vi uma das piores cenas na Televisão, nos últimos anos. Para quem ler este artigo em data próxima, sabe do que estou falando. Como espero que o artigo ainda fique por aqui mais um tempo, vou apenas resumir…

O espanto a que me refiro foi a selvageria no estádio em Joinville/SC entre os torcedores do Atlético-PR e Vasco da Gama-RJ. Pronto, resumi. Todos se lembrarão.

Voltando ao dia 08/12/2013 (e faço questão de fixar a data), em repouso em casa devido a um mal estar, resolvi ligar a TV no futebol da tarde. Final de campeonato brasileiro, parecia ser o único – e era, de fato – tema que valeria a pena assistir em um domingo. Pouco tempo depois eu estava com um mal estar tremendo, vendo, ao vivo, as cenas de agressão e espancamento a pessoas estiradas no estádio. E ponto. Paro por aqui.

Segui apenas para os comentários nas redes sociais, onde vi e li comentários de todos os tipos, incluindo aqueles a que custo acreditar que saiu depois de qualquer espécie de raciocínio: “ah, mas eles mereceram”.

E, daí, começo de fato onde quero chegar, à relação entre covardia e culpa. O ser humano, no auge de sua covardia, parece tender a procurar, de imediato, culpados para que possa, no alto de sua ignorância, esquivar-se de sua culpa. Aos que proferiram tal frase acima, atribuo a imensa parcela de culpa deste, e de outros ocorridos. Por qual motivo?

Bem, em uma sociedade onde, claramente, as pessoas perdem os seus valores, a primeira expressão parece ser a perda total de sentimentos como solidariedade, compaixão, pena… aos selvagens brigões, isso fica claro. As pessoas entram em um processo de ensandecimento coletivo, e a briga generalizada, por si, demonstra uma completa ausência de razão. Porém, o que espanta é aqueles que, sentados em seus sofás, reagem exatamente como os selvagens em campo.

A perda do sentimento da solidariedade é preocupante, pois a reação imediata em se postar a culpa em alguém nada mais é que um reflexo covarde para não se perceber parte do problema. No caso do futebol, a máquina de dinheiro ganhou uma importância notadamente maior que o lazer, o esporte, o espetáculo, ou as pessoas em si. Torcedor, especialmente no Brasil, é refém do interesse de jogares e clubes que lidam com milhares, irresponsavelmente. É, claro, que o esporte pode ser lucrativo – assim como pode ser bem planejado e gerido.

Assim, buscar culpados é esconder, covardemente, os verdadeiros responsáveis: os que sustentam um esquema completamente egoísta de se fazer dinheiro, sem ao menos perceber que se faria muito mais dinheiro se fosse bem administrado.

No momento, a declaração do, acho, comandante da PM me deixou abismado, quando mencionou que por determinação do MP não teria PM no interior do estádio, e sim segurança privada. E não estou culpando nem PM nem MP: a minha reação foi de perceber o tamanho do buraco que cavamos. Em um país onde se tem a tradição de maximizar o lucro, baixando, literalmente, a qualidade em tudo, ao invés de administrar melhor, é mais que ÓBVIO que qualquer clube economizaria onde fosse possível. Se ouvi bem, tinha 80 seguranças no estádio. Não é minha especialidade, mas parece tragédia anunciada – considerando-se que, inclusive, o jogo se dava fora do campo do mandante, exatamente, pelo mesmo problema.

Enfim, estou há pouco mais de 24h desde o ocorrido tentando sentar-me para escrever, pois naquele momento, insisto, me preocupou muito mais o fato de as pessoas buscarem imediatamente culpados, punições, reações… enquanto os verdadeiros culpados parece que continua a ser cada um de nós. Digo, pois, quando uma sociedade em massa parece caminhar sem valores morais, e sem o mínimo de solidariedade e compaixão pelo próximo, a barbárie parece mais próxima do que qualquer outro caminho.

Mas, sigo defendendo que cada um é livre para fazer suas escolhas, inclusive, de em quem colocar a culpa.

Por fim, se tenho uma dica: mantenham os passaportes em dia e não convide seus amigos para a Copa do Mundo.

Daniel Pinheiro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s