Desafio Debatepronto: Educação Superior (?)

Esta semana, fiz um comentário em uma rede social, onde declarei-me saudoso do tempo em que as universidades pareciam realmente com um ambiente universitário. Claro, que me refiro a uma saudade que, para alguns, deve ser “elitista” e, para outros, alguma expressão de “chatice” ou “conservadorismo”.

Muito embora eu ignore (sim, eu faço isso) qualquer dessas posições para manter minha convicção, o fato é que qualquer forma de saudade pode ser legitimada socialmente. Mas, jamais, esta é a intenção primeira, já que é um sentimento individual – assim como a tolerância, também o é.

Dadas as circunstâncias, explico o desafio aberto, contando rapidamente das origens de minha saudade. Quando adolescente, tive todos os incentivos para ir a um colégio técnico, já que as minhas chances (e depois que aprendi um pouco de matemática e estatística, até me assusto com o fato de ter seguido em frente) de ingressar a universidade seriam mínimas: eu só poderia contar com meu intelecto. Ao meu ingresso, fiz parte de 1% (hoje, 15%) de uma elite que teve acesso ao ensino superior.

Talvez, o que eu sinta saudade é da figura imaginária que criei de uma universidade: bibliotecas, livros, pessoas conversando, discutindo. Hoje, o que vejo, são alunos que não carregam um livro. Que terminam o curso (SIM) sem ao menos ir à biblioteca. Que a internet nos traga uma valorosa contribuição – fato – não substituirá o estudo e a reflexão, assim como a capacidade de pesquisa e de interação entre estudante e saber, que ainda estarão em alguns livros. Muito embora haja uma falsa sensação de que o conhecimento está disponível em qualquer lugar, há um fator que deve ser considerado: o conhecimento só é aproveitado se o indivíduo souber como o fazer.

Nesse ponto, o professor e o ambiente universitário como o todo precisa preparar o indivíduo a estudar. Apesar de seguir uma corrente mais lúdica, não abro mão de opinar que ainda me falta rigidez e incentivo à boas fontes literárias; faltam idas à biblioteca; discussões que não somente citem os autores e inflamem os alunos, mas lhe indique os caminhos: e os cobrem.

Estas reflexões são feitas após, pouco mais de 10 anos, perceber que no corredor de uma universidade nem mais o silêncio é possível. Uma correria histérica ao famigerado “xerox” substitui o estudo e dedicação diários. A fome pela prática tem matado a importância teórica. A universidade tem deixado de ser um ambiente cultural e social total, para ser, uma instituição, muitas vezes burocrática, no pior sentido que isso venha a ter.

E essa foi a faísca. Agora, envie seu texto para nós, ou deixe seu comentário, e publicamos em mais um desafio.

Bom debate!

Daniel Pinheiro

Uma opinião sobre “Desafio Debatepronto: Educação Superior (?)”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s