O Papa Não Manda no Vaticano (por: Alison Endler)

Como assim? Alguém irá perguntar, mas vamos pensar um pouco.

Você realmente acredita queBento XVI está renunciando em razão do estado de saúde? Todos sabemos que os leitores do blog são diferenciados, então lembram bem das noticias vinculadas a alguns meses sobre o vazamento de documentos secretos da igreja onde o mordomo do Papa, Sr. Paolo Gabriele  foi preso, condenado e depois “perdoado” pelo pontífice. Com esta história toda ficamos sabendo que a “casa papal” não estava lá muito feliz com o novo integrante e pensando até em como fazer um sucessor.

Coincidência ou não, neste mesmo período o presidente do banco do vaticano(IOR), Sr. Ettore Gotti Tedeschi foi afastado pelo conselho, e era respeitado por Bento XVI que tinha tentado colocar algum tipo de ordem pois o banco a décadas rondava desconfiança de envolvimento até com a máfia.

Juntando a isto temos o secretário do Papa, que é quem tem o poder de dizer para onde o papa deve ir, quando e com quem. Lembra bastante alguns conhecidos nossos.

Poder  e dinheiro. Quem disse que o Vaticano estava livre disso?

 As  pessoas que ficaram preocupadas com a promessa do Papa de ser meio reacionário, ou tradicional demais concluímos que ele não foi nem uma coisa nem outra.

Verificamos que não foi tratado adequadamente os casos de pedofilia que vieram a tona em sua gestão e sua posição referente ao casamento gay por exemplo.

Mas será que as reformas prometidas, a aproximação com outro lideres religiosos, a transparência nas contas do Vaticano não foram em frente por culpa dele? Pouco provável.

Minha opinião é a de que o Papa não conseguiria trabalhar e não suportando a pressão de seus “conselheiros” resolveu renunciar.

Nos resta esperar que o próximo Pontífice tenha melhor sorte.

Anúncios

Uma consideração sobre “O Papa Não Manda no Vaticano (por: Alison Endler)”

  1. “Lembra bastante alguns conhecidos nossos”. Trocando em miúdos Opus Dei.
    O atual Papa não foi escolhido sem um propósito. Sendo Jesuíta, tudo fica como dantes no quartel de Abrantes.
    Javier Echevarría Rodríguez, atual prelado nomeado pelo Papa, representa o padre José de Paris a Eminência Parda de Armand Jean du Plessis, Cardeal de Richelieu.
    Essa seita, Opus Dei, é a que comanda o Vaticano. O espinheiro que foi escolhido para comandar as outras árvores (Jz 9.8-15)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s