Sobre o Código Florestal – Indignação 2.0 (por Enrico Boschi)

Noite de sexta-feira, 27 de abril. Uma ligação de Curitiba. Deveria, e seria importante. Depois das tratativas, meu amigo Enrico Boschi, que assinará o texto abaixo, me pergunta: – Pinheiro, quer colocar algo sobre o Código Florestal no teu blog? De pronto, aceito. Não apenas pela importância do tema ou pela urgência em torno da discussão – a qual me ausentei, confesso -, mas para deixar uma luz, e abrir um espaço, aqui, para discutir um pouco do último fôlego que esta questão toma: o clamor pelo veto da Presidenta Dilma Rousseff.

Assim que o post estiver no ar, tomarei a liberdade de, como comentário, expor minhas ideias. Por enquanto, quero deixar as ideias, textos, e reflexões que o Enrico nos deixa, pois creio, agora, serem mais importantes e urgentes. Leiam o post. Leiam, mesmo. E deixem sua opinião, sem medo. Escrevam, qualquer que seja ela. Precisamos de mais, e demais, nos falar, e nos ouvir, nestas questões importantes. Se este é o espaço ideal? Não sei. Mas é, um espaço, um começo.

Daniel Pinheiro

—————————————————————————

Indignação 2.0

Por Enrico Boschi

As respostas vieram rápidas e incisivas. Praticamente no mesmo instante em que a Câmara dos Deputados avalizou o documento do deputado Paulo Piau que altera o Código Florestal Brasileiro – com precisamente 274 votos a favor, 184 contra e 2 abstenções -, uma onda de protestos tomou conta da internet, tendo como motriz principal as redes sociais.

Organizações ligadas ao ativismo ambiental, representantes da comunidade científica, estudantes e meios de comunicação diversos produziram e replicaram toneladas de bytes em informações correlatas, “viralizando” conteúdos em tom de alerta (e em sua maioria de repúdio) às decisões tomadas pelos parlamentares.

É interessante notar que a parcela civil da população (que tem acesso à rede) parece ver seus anseios representados nessas iniciativas, tendo em vista a adesão em massa aos eventos propostos nas redes de relacionamento, sites, blogs e mídias alternativas de conteúdo participativo.

Como expoente dessas manifestações virtuais pode-se citar a iniciativa “Campanha Viral Veta TUDO Dilma – Chamada Nacional” (ver link no final do artigo). Essa campanha foi criada inteiramente no universo online, de forma independente, apartidária e de organização horizontal, e conta com a integração de diversas frentes de mobilização de naturezas também diversas, mas com interesses harmônicos. Atualmente, tendo completado pouco mais de 24 horas no ar, conta com mais de 1300 adesões e cerca de 30.000 convidados.

Tendo esse exemplo em mente, a reflexão a se fazer paira sobre o papel que a internet passou a desempenhar na expressão da cidadania, dentro das mobilizações sociais. Uma vez que o poder público, na maioria das vezes, ignora a vontade popular no momento de tomar suas decisões, beneficiando setores específicos da sociedade (na questão do Código Florestal – o agronegócio) resta às demais parcelas da população fazer-se ouvir por outros meios além dos que a nossa organização democrática nos oferece.

E para isso, nada melhor do que ferramentas que conectam indivíduos de todos os locais do globo transmitem informações de forma rápida e multidirecional, evitando filtros governamentais (em quase a totalidade dos casos).

—————————————————————————

Participe da Campanha Viral VETA TUDO DILMA: http://www.facebook.com/events/371391646241045/372237322823144/?notif_t=plan_mall_activity

Assista o Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=f5Iz-7u7o20

Entenda mais sobre o Código Florestal (livreto WWF): Livreto WWF – Código Florestal

Uma opinião sobre “Sobre o Código Florestal – Indignação 2.0 (por Enrico Boschi)”

  1. Como prometido, um comentário breve… Precisamente um dia antes de o Enrico me procurar, fiz um comentário em sala de aula, que, espero, muitos entendam errado mesmo (foi proposital):
    – Vocês, estão indignados com o Código Florestal que foi aprovado? Estão culpando políticos, que votam a favor do que querem, para o seu próprio bem? Lembrem-se que eles não chegaram, ali, sozinhos. Muito menos, esconderam seus interesses. Historicamente, a política é formada por grupos de interesse. Isso não muda, só piora. E somos nós, os únicos culpados. Agora, choramos o leite derramado. Tivemos todo tempo para pressionar, brigar. Poucos fizeram. Agora, é um monte de curtir e compartilhar para lá, e esperamos que uma pessoa – talvez a única que não possa – o faça. Parabéns para nós.

    Ao comentar isto, queria provocar, assim como quero, aqui. O tamanho da nossa indignação está aí, no curtir, no compartilhar. O que eu mesmo faço. E acredito que tem um valor enorme ver quantos se indignam assim, conectando-se, à distância.

    Mas, está na hora de algo muito maior. Não falo de marchas, protestos, ou mobilizações virtuais. Falo de tudo isso, junto, a um sentimento único de mudança. Está na hora de o jovem voltar a participar das discussões daquilo que acredita. Para de ficar sentado lendo notícia, e ser protagonista, novamente, de seu jornal. Chame um, dois, milhares de amigos, e vá para a internet. Proteste. Mas convide também para ir para a escola, para o trabalho, e conversar um pouco de política, de valores morais e de respeito. Espalhe boas ideias. Não cobre educação de políticos, mas ajude a educar. Governo deve ser aquilo que somos e pensamos, não pessoas que nem sabemos porque escolhemos. Chame seu vizinho, plante uma árvore. Vá para as ruas. Mobilize, tudo, todos os dias, em nome do que você defende.

    Ou…deixe o código passar, e nos encontramos em qualquer lugar, perto do fim do mundo. Mas vou continuar assim, protestando. E começo compartilhando a indignação com meu amigo Enrico Boschi e todos os outros que já se juntaram ao movimento.

    Daniel Pinheiro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s