Quem paga a mesada?

Voltando ao blog, o Paulo Rink nos mandou essa ótima entrevista do Terra Magazine. Vale a leitura, reflexão e, especialmente, vale comentar. Aliás: por que pouco se fala em mensalão? Melhor: por que nada faz sobre o mensalão?

Daniel Pinheiro

——————————————————————

Roberto Jefferson: Agora fica difícil Lula desmentir o mensalão

Marcela Rocha

Delator do esquema de corrupção que causou a maior crise durante o governo Lula (2003-2010), Roberto Jefferson (PTB-RJ) comenta a decisão do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, de pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) que condene 36, dos 38, réus do caso “mensalão”. “Agora ficará difícil desmentir o mensalão”, ataca.

Ao deixar a Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que sua tarefa, ao deixar o cargo, seria provar que o mensalão “é uma farsa”.

– (Agora é) mais difícil ele desmoralizar o mensalão politicamente. O fato jurídico está evoluindo e já superou o fato político. O fato político já se consolidou – defendeu Roberto Jefferson.

Confira a íntegra da entrevista:

Terra Magazine – Demorou demais?

Roberto Jefferson – Não acho que demorou. Esse era o esperado. O caminho natural das coisas. Está cumprindo os prazos, dentro do equilíbrio. Agora é botar na pauta para julgar e esperar pela decisão do plenário.

Quando Lula deixou o governo, ele disse que sua nova tarefa seria provar que o “mensalão é uma farsa”. Com essa decisão do procurador, a tarefa de Lula fica mais difícil de ser cumprida?

É mais difícil ele desmoralizar o mensalão politicamente. O fato jurídico está evoluindo e já superou o fato político. O fato político já se consolidou. Não tem mais como desmentir politicamente isso.

Como avalia o Estado depois do mensalão?

Ficou mais transparente. Desmistificou o último grupo que se fingia vestal no Brasil. Acusava todo mundo, mas com o escopo claro de fazer do ataque uma defesa. O que o PT apontava nos outros partidos, fazia pior. Penso que, depois desse processo clareado, eles estejam repensando as atitudes. Nesse ano ainda ouvimos falar de casos isolados, no Ministério dos Transportes, por exemplo, mas não é algo mais geral, como foi o mensalão.

Acredita que o País ainda corre o risco de haver um novo mensalão dessas proporções?

Não creio que haja um novo mensalão deste tamanho. Hoje essas coisas estão muito expostas. A imprensa despertou para isso e passou a fiscalizar mais. Esse tipo de coisa vaza. O cara dá vitória a um grupo que atende aos interesses políticos dele, o outro que perdeu gravou e dá pra imprensa. É assim.

O ex-ministro da Comunicação Social Luiz Gushiken ficou de fora do pedido de condenação da PGR. O que achou disso?

Nunca vi Gushiken nas articulações do mensalão, mas via o José Dirceu, Delúbio Soares… Nunca soube, nunca tive nenhuma informação de que o Gushiken estivesse articulando isso. O mensalão saia mesmo da Casa Civil, esta é a minha sensação plena.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s