E a conta vai para…

Ninguém imaginava coisa contrária. Normal nesse país.É só o começo.

Paulo Rink

——————————————————————

Quem paga a conta?

Fonte: Portal GE – Primeira Mão

Não foi apenas no Maracanã que o Tribunal de Contas da União (TCU) encontrou irregularidades nas licitações das obras para a Copa do Mundo de 2014. Há também outros casos em que o  valor final das reformas superou (e muito) a previsão inicial. As obras do estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, custariam R$ 426,1 milhões. Mas a proposta vencedora do licitação foi de R$ 743,4 milhões.

O estádio Fonte Nova, em Salvador, teve reajuste ainda maior. Os gastos previstos eram de R$ 591,7 milhões e o orçamento atual é de R$ 1,605 bilhão. As obras de mobilidade urbana e aeroportos também apresentam falhas de projetos e atrasos na execução segundo o relatório do TCU. O relator é o ministro Valmir Campelo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s