Boas Festas

O ano de 2010 foi especial para nós, sem dúvida. Tivemos altos e baixos, mas aprendemos que mais do que manter um blog, continuamos com a forte sensação de que o debate ainda é mais importante. Ou seja, qualidade sobre a quantidade. Sim, quantidade de informações que rola nas ondas deste país. Um país desigual, por vezes injusto, mas, e daí? É um país que cresce sem saber para onde, aprende a errar e onde uns outros tantos de bobagens acontece. E daí?

Foi em 2010 que vimos o quando o nosso guia, ele, o eterno molusco, é o cara, mas também, é o mesmo que trouxe uma velha nova cara. Elegemos uma mulher. Talvez não a mulher perfeita para ser a primeira, mas foi ela. Que venha. Respeitemos, como fizemos com o molusco. E critiquemos. Que a força de nossa diversidade cultural, de nossa multiplicidade de opiniões diversas, nos faça crer que podemos ter nos próximos anos a esperança de sermos o que sonhamos ou, pelo menos, de que possamos continuar a sonhar o quanto seja possível.

Ou que, pelo menos, saibamos quem somos. Temos identidade. Se há uma lição desse nosso último governo, é que ele nos mostrou nosso melhor e pior lado. Curiosamente, o termo mais buscado na internet que traz leitores ao nosso blog é consumismo. Por sorte, associado a um segundo termo: consumerismo. Os artigos do nosso amigo Paulo Rink mantém os leitores circulando pelo blog, mas também refletem uma sociedade que viu no crescimento a chance de consumir como um estadosunidense. Sim, daqueles gordinhos rosados que vemos pouco nos filmes, mas na vida real. Vimos a chance de virar, em carne e osso, Os Simpsons, e lutar por um estereótipo que não é nosso. Mas também, vimos a luta pela paz, nos morros, nas ruas. A chance de muitas crianças estudarem, de famílias poderem comer mais de uma – ou ao menos, uma – vez ao dia.

Que o nosso guia vá em paz. E que sua sucessora, pelo menos, não queira ser mais do que é. Seja por ela, seja pelos outros, o importante é que reconheçamos, em nós, o poder de mudar. Dizer por favor e obrigado, desejar bom dia ao vizinho, ou pelo menos cumprimentá-lo, pode ser um bom começo.

Paz, e um feliz 2011. Ou melhor, que todos os dias sejam, para você, um Feliz Dia Novo.

Equipe Debatepronto
p/ Daniel Pinheiro

P.S.: vou tirar férias, e passar alguns dias sem acessar a internet; os costumeiros atrasos podem demorar um pouquinho, mas é só até meados de Janeiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s