Ordem ou Birita?

Aos poucos vamos tomando conhecimento de quem realmente manda. Aí vem a pergunta. A FIFA realmente aluga um país pra copa ou não?

Paulo Rink

——————————————

Cerveja em 2014 ameaça Estatuto do Torcedor

Fifa pede que álcool seja liberado na Copa do Mundo

A partir de agora, bebida está vetada nos campos brasileiros. A medida vai valer para a Copa?

Leo Burlá

RIO DE JANEIRO

Poucos dias depois da sanção presidencial da nova lei que moderniza o Estatuto do Torcedor, uma questão comercial envolvendo a Copa ameaça direitos adquiridos.

Um item do documento versa que “objetos, bebidas ou substâncias proibidas ou suscetíveis de gerar ou possibilitar a prática de atos de violência” estão vedadas em espetáculos esportivos.

A cerveja Budweiser é uma das patrocinadoras da Fifa e da Copa do Mundo. Para tentar assegurar o direito comercial de uma parceira – ferindo o Estatuto – o Comitê Organizador Local (COL) fez um pedido de excepcionalidade para o consumo de álcool nos estádios da Copa.

O requerimento está expresso na Lei Geral da Copa, documento que será votado no Congresso, após apreciação e debate entre o COL e o ministério do Esporte. O curioso neste caso é que o Estatuto proíbe, a Lei pede, enquanto as obrigações impostas pela Fifa à União exigem.

As garantias, no entanto, ainda estão sendo negociadas. No sítio do Ministério, o item Proteção e Exploração de Direitos Comerciais aparece como pendente na Fifa.

A assessoria da Ambev, detentora da Budweiser, informou que a empresa aguarda a conciliação entre COL e ministério do Esporte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s