Especial Fim de Ano (por Jefferson Aníbal)

Sorrateiramente, na calada dos e-mails anônimos, solicitei aos meus amigos e colaboradores do blog, que escrevessem algo, livremente, e essencialmente seu, para o blog. Este será um presente de final de ano, nosso, para nós mesmos e para todos os que por aqui passam e dedicam parte de seu tempo. O primeiro a responder, de forma brilhante, foi o meu amigo Jefferson Aníbal.

O Natal está chegando, é hora mesmo de refletirmos Jefferson. Muito obrigado por nos presentear com este texto.

Daniel Pinheiro

——————————————————-

Daniel,

Após ler o seu ultimo e-mail pedindo nossas contribuições, fiquei pensando, como vou ajudar???

Não é que ao chegar ao trabalho recebi a convocação de um curso denominado Formação de multiplicadores, em outras palavras serei treinado para dar cursos e palestras dentro da empresa. Uma das tarefas de casa do curso é falar sobre alguma coisa que domino, e nada me veio a mente, até que plim!!!

Pensei, vou falar sobre uma situação que constantemente nos deparamos, as pessoas ou empurram os problemas com a barriga ou para variar falam que o problema é do outro, principalmente no ambiente profissional, você vê alguma coisa errada e fala coma pessoa, –Ei, por que isso aqui esta desse jeito ?? a pessoa responde: -Sei lá, quando cheguei estava ai. Bingo !! já começou o problema não é meu.

Ou então o seguinte dialogo: -Ei, porque vc não arruma isso, ou conserta aquilo ?

A resposta: – Porque isso não me diz respeito, não é problema meu.

Podemos citar vários exemplos, no meio ambiente, quando as pessoas jogam lixo na rua, não reciclam seus lixos, não economizam água, etc… e o pior de todos na política, sempre o problema é do outro.

Vejam um outro exemplo clássico e que aconteceu recentemente num jogo de futebol do Brasileirão.

O arbitro errou ao assinalar uma falta que não existiu no jogador, anulando um gol. Quando a impressa questionou o porque do arbitro ter marcado falta que não existiu ele respondeu:

– a falta existiu sim, se a TV não filmou o lance não é problema meu !!!

Só quem um detalhe, todas as emissoras de TV mostraram o lance e realmente não houve falta alguma.

Reflexão:

NESTA VIDA, NADA SE RESOLVE FUGINDO DOS PROBLEMAS.

Pare de pensar em fugir das dificuldades. Fugir das dificuldades não é um meio de se livrar do sofrimento; pelo contrário, tal atitude só contribui para prolongar o sofrimento. É preciso ter atitude oposta, isto é, estar disposto a enfrentar os problemas. Qualquer dificuldade pode ser transformada em prazer ou satisfação quando enfrentada com determinação.

Bom sem mais delongas, gostaria que alguém me ajudasse a refletir sobre esse tema e colocasse os comentários.

Porque as pessoas não assumem certas responsabilidades e acham “mais fácil” empurrar o problema para o outro?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s