Super Dicas para sua Saúde (Esporte e Saúde)

A seguir alguns artigos do Fernando Fisher da revista Sportlife que julguei interessantes de serem destacados e postados aqui. Espero que gostem.

Um grande abraço e boa leitura,

Raul Avelino

————————————-

1- 10 ALIMENTOS QUE CURAM AS SUAS MAZELAS

Confira uma lista de alimentos que podem ser a solução para o seu dia a dia

MEL – se você não consegue dormir mesmo contando carneirinhos, tente comer mel. Ele contém um ingrediente natural chamado orexina, que ajuda o cérebro a desligar.

BLUEBERRY – não lembra o que tomou no café da manhã ontem? Sentindo o peso da idade? Estudos indicam que o blueberry melhora a memória e a coordenação, que costuma ser perdida à medida que envelhecemos.

MAÇÃ – prisão de ventre é complicado. Comer maçã, uma excelente fonte de fibras, ajuda o intestino a trabalhar melhor.

ASPARGO – estressado? Ansioso? Melhor acrescentar um punhado de aspargo a sua dieta. Os antioxidantes presentes no alimento fazem com que o fígado funcione a todo o vapor, o que, por sua vez, permite que lide com os maus momentos mais facilmente.

GENGIBRE – beber tchai, o chá indiano que leva gengibre, toda vez que sente algum desconforto estomacal pode até parecer conversa fiada, mas estudos recentes mostram que pacientes que se submeteram a quimioterapia disseram ter sentido menos náusea depois de tomar cápsulas de gengibre.

ALGA – se alimentar pode ser a última coisa que você pensa quando tem enxaqueca, mas comer algas pode ser tudo o que precise. Elas são ricas em magnésio, que relaxa músculos e nervos. Pessoas acometidas pelo mal geralmente têm baixos níveis do mineral.

ALHO – está espirrando ou tossindo? Provavelmente você está gripado. O alho contém alicina e allium, que eliminam os germes.

GRAPEFRUIT – toda mulher foge da celulite. A boa notícia é que a fruta pode ajudar a preveni-la. A vitamina C presente no grapefruit aumenta a produção e atividade de enzimas “desintoxicantes”.

CANELA – O mau hálito certamente é embaraçoso, mas há esperança para as vítimas da chamada halitose. Estudos indicam que a canela combate as bactérias responsáveis pelo mal.

ABACATE – A fruta contém altos níveis de ácido fólico, que ajuda a dar um “up” no desânimo. Os astecas o chamavam de ahuacuatl, ou árvore dos testículos.

2- ROUPA ESCURA PROTEGE MAIS DO SOL

Tecidos amarelos oferecem a pior defesa

Cientistas afirmam que vestimentas são indicadas para defender a pele dos raios nocivos do astro

Cientistas da Universidade Cataluña, na Espanha, afirmam que roupas escuras oferecem mais proteção contra os nocivos raios UV.

“A cor do tecido tem extraordinária influência quando o assunto é proteção contra os raios ultravioleta do Sol”, afirma Ascension Riva, autora do estudo. Cores como o branco e o amarelo, entretanto, aumentariam as chances de um câncer de pele.

A pesquisa, publicada na revista Industrial and Engineering Chemistry, constatou que tecidos escuros ou de cores mais intensas são muito mais eficazes em absorver os raios solares e que o azul marinho oferece a maior defesa, enquanto o amarelo, a pior.

A pesquisadora pede às empresas de vestimentas que levem os seus resultados em consideração.

3- BOLACHA ÁGUA E SAL ENGORDA MAIS QUE PÃO

Segundo pesquisa, pão francês é mais saudável que os biscoitos

Teste feito pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (ProTeste) mostrou que, apesar de mais calórico, um pão francês é mais saudável e engorda menos do que cinco biscoitos.

A pesquisa verificou que não há quase nenhuma diferença na composição e na quantidade de calorias dos biscoitos água e sal e cream cracker. E mais, a crença popular de que o primeiro tipo é mais saudável não procede. Um exemplo é o fato de que há mais produtos água e sal com gordura trans do que cream cracker.

Esses biscoitos também não são mais saudáveis que o pão. Além de proporcionar uma sensação de saciedade maior, o pãozinho tem menos gorduras e mais benefícios. Enquanto a economia de calorias com essa troca não ultrapassa 15%, a quantidade de gordura ingerida no biscoito é 150% maior e a de fibras é pelo menos 45% inferior.

Segundo a nutricionista Gisele Magalhães, esses fatores contam para o ganho de peso. “Além de importantes para o funcionamento do intestino, as fibras diminuem a absorção de gordura.”

4- CHÁ VERDE VERDE CONTRA A PNEUMONIA

Segundo estudo japonês, bebida reduz riscos das mulheres contraírem a doença

A cada dia os cientistas descobrem mais benefícios do chá verde para a saúde, principalmente em relação à mulher. Um novo estudo japonês, por exemplo, indica que beber cinco ou mais xícaras por dia reduz em 47% os riscos de pneumonia em mulheres. E mesmo menores quantidades da bebida teriam efeitos significativos contra os riscos de morte pela doença.

O estudo incluiu mais de 19 mil homens e 21,5 mil mulheres com idades entre 40 e 79 anos e que não apresentavam histórico de câncer, infarto e derrame no início da pesquisa. E, com um acompanhamento de 12 anos a 85% desse grupo, os pesquisadores observaram que os efeitos do chá contra a pneumonia “funcionavam” apenas para as mulheres.

De acordo com os autores, é possível que os efeitos sejam os mesmos em mulheres de outros países. Porém, mais estudos são necessários para entender os mecanismos implicados nessa relação e quais compostos do chá podem ser os responsáveis pela proteção das mulheres contra pneumonia.

5- CONSUMO DE SOJA PODE EVITAR FRATURAS NAS MULHERES

Mulheres que estão na pós-menopausa podem reduzir suas chances de fraturar o quadril adicionando alimentos à base de soja à sua dieta, segundo estudo da Universidade Nacional de Cingapura publicado no American Journal of Epidemiology. De acordo com os autores, as isoflavonas – compostos orgânicos presentes na soja – podem cumprir um papel importante na saúde óssea da mulher nesse período da vida.

Avaliando a ingestão de soja de mais de 63 mil chineses com idades entre 45 e 74 anos, os pesquisadores descobriram que as mulheres que consumiam quantidades moderadas de soja – pelo menos 2,7g de proteína de soja ou 5,8mg de isoflavonas por mil calorias diariamente – tinham de 21% a 36% menor chance de ter fraturas no quadril. Entre os homens, por outro lado, não foram observados os mesmos efeitos.

Os pesquisadores acreditam que a diferença entre homens e mulheres nesse sentido possa ser atribuída ao efeito das isoflavonas nos hormônios femininos. Porém, mais estudos são necessários para confirmar a associação entre a ingestão de soja e o menor risco de fraturas entre as mulheres na pós-menopausa e para desvendar os mecanismos responsáveis por essa proteção.

Uma opinião sobre “Super Dicas para sua Saúde (Esporte e Saúde)”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s