Sapatada Neles

Fazia tempo que eu não via uma notícia tão boa sobre jornalistas. Saudades de quando eles tinham atitude. Alguma, pelo menos.

E o bigode, por onde anda? E o álcool gel? E o porquinho?

Daniel Pinheiro

—————————————————

Repórter que jogou sapatos em Bush é libertado no Iraque

Al-Zeidi disse que foi torturado na prisão. No total, ele ficou nove meses detido, três a menos que a pena inicial

15/09/2009 | 10:12 | Agência Estado

Fonte: Gazeta do Povo

O repórter iraquiano que jogou seus sapatos, no dia 14 de dezembro do ano passado, no então presidente dos Estados Unidos George W. Bush foi libertado nesta terça-feira (15) de uma prisão em Bagdá. Muntadhar al-Zeidi partiu de uma base naval iraquiana, acompanhado de vários integrantes do Parlamento, segundo seu irmão Uday. Na casa de família de al-Zeidi houve festa para receber o repórter.

Em entrevista coletiva na emissora em que trabalha, o jornalista afirmou que “os serviços de inteligência dos EUA e seus serviços afiliados não pouparão esforços para me retratar como insurgente revolucionário, em uma iniciativa para me matar”. Al-Zeidi disse que esses serviços devem usar “todos os meios” para matá-lo ou ao menos liquidá-lo “física, social e profissionalmente”

Muntadhar al-Zeidi, jornalista que jogou sapatos em Bush, é recebido com festa por parentes e amigos

A atitude do jornalista, que completou 30 anos na prisão, foi um embaraço para o primeiro-ministro Nouri al-Maliki, que estava ao lado de Bush na entrevista coletiva quando o repórter atirou os sapatos, em sinal de protesto pela atuação dos EUA no Iraque. Bush não foi atingido no episódio

Al-Zeidi disse hoje que foi torturado na prisão. No total, ele ficou nove meses detido, três a menos que a pena inicial, pois teve bom comportamento. “Felicito o povo iraquiano e o mundo muçulmano, e também a todos os homens livres do mundo pela libertação de Muntadhar”, disse seu irmão Uday a uma multidão de jornalistas. Segundo ele, o repórter viajará até a Grécia, para ficar em segurança e também para realizar um check-up

O ato de Al-Zeidi foi bem-visto por milhões de pessoas no mundo árabe, inconformadas com a destruição causada pela invasão norte-americana no Iraque, desde 2003. “Esse é seu beijo de despedida, cachorro!”, afirmou o repórter, enquanto jogava os sapatos em Bush. “Isso é pelas viúvas, os órfãos e aqueles que morreram no Iraque.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s