Stalinácio Moluscular

Quase morri de rir. Novo nome para o “nosso guia”: STALINÁCIO. É o molusco na área rsrsrsrsrsrrs.

Paulo Rink

———————————————–

Armação estatizante do chefão Stalinácio para explorar o pré-sal é puro capimunismo patrimonialista

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

Não passa de puro capimunismo patrimonialista o agora tão criticado “viés estatizante” do modelo escolhido pelo chefão Lula para os negócios do pré-sal na barriga da galinha dos ovos de ouro negro. Ao optar pelo sistema de “operadora única” – por meio de regime de partilha de produção do óleo & gás a ser achado, Lula foi nada patriota. O suposto “nacionalismo” dele é moluscagem.

O capimunista Stalinácio apenas cuidou muito bem, como sempre faz, dos interesses do grupo de negócios que o circunda e sustenta. Além da hegemonia econômica, tem a vantagem política. A promessa de prosperidade com o pré-sal virou um ativo poderoso para a campanha presidencial de 2010 – na qual Lula terá imensas dificuldades de fazer um sucessor. Mentir, negar, enganar e enrolar, no melhor estilo camelô, não ganha eleição.

O patrimonialismo e a capacidade de demagogia política serão ampliados com a criação do Novo Fundo Social. Pelo menos em tese, os recursos obtidos pela União com a renda do petróleo serão destinados ao NFS. O tal “fundo soberano” foi uma maneira encontrada pela turma de Lula para adoçar o bolso dos banqueiros nacionais e internacionais que vão administrá-lo.

Por trás dos grandes negócios do pré-sal existem poderosos interesses. Na capitalização de US$ 50 bilhões que o governo fará na Petrobras, os grandes fundos de pensão comandados pelos petistas terão participação lucrativa. Nas encomendas da capitalizada Petrobras para explorar o pré-sal quem vai faturar pesado é o mais influente grupo econômico do Brasil na atualidade: o Odebrecht.

Mas a jogada de ouro para assegurar o controle dos grandes negócios que virão é a estatal “Petro-sal”. A Empresa Brasileira de Administração de Petróleo e Gás Natural S.A. será criada com capital 100% da união para administrar as novas reservas de petróleo. A Petrosal não fará investimentos, mas terá presença nos comitês que definirão as atividades dos consórcios, com poder de veto nas decisões.

A Oligarquia Transnacional e sua mídia sempre amestrada já chiaram. João Carlos de Luca, presidente do Instituto Brasileiro de Petróleo, já avisou que as 76 empresas privadas que atuam no setor de petróleo criticam o modelo de operadora única.

Luiz Stalinácio deve se preparar para tomar mais flechada que São Sebastião por contrariar os interesses da Oligarquia Financeira Transnacional. A anglo-holandesa Shell é uma das mais contrariadas com o modelo proposto pelo Palhaço do Planalto e seus sócios ocultos. A guerra econômica no Brasil foi deflagrada. Pré-salve-se se puder mesmo, Lula. Getúlio Vargas caiu por muito menos.

Negócio de oportunidade

O Valor Econômico informa que o braço de investimentos da construtora Odebrecht fecha oficialmente hoje a compra do controle da Embraport, empresa responsável por um dos maiores terminais multiuso do País, em construção na margem esquerda do porto de Santos

A operação será em sociedade com a operadora portuária Dubai Ports World (DPW),

Os novos sócios adquiriram juntos 51,5% da participação do empreendimento.

A divisão

A trading Coimex, inicialmente dona de 100% do negócio, ficará agora com 15,27%.

Os outros 33,33% foram vendidos no fim do ano passado ao Fundo de Investimentos do FGTS (FI-FGTS), por R$ 450 milhões.

A Odebrecht já é responsável pela construção do terminal, obra de US$ 1 bilhão que anda a passo lento desde 2008, mas deve se acelerar com a chegada dos novos sócios.

Festança

O marco regulatório do pré-sal foi anunciado festivamente ontem pelo chefão Luiz Stalinácio Lula da Silva, e pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, que já era mãe do PACo e agora também é mãe do Pré-sal.

A Petrobras será capitalizada, para aumentar sua capacidade de investimento, com a cessão, pela União, em regime oneroso, do direito de exploração de até 5 bilhões de barris de óleo equivalente.

Paralelamente, a estatal realizará um aumento de capital, no qual a União e os minoritários terão direito de subscrição.

Sem palavra

Ao contrário do que prometera no domingo aos governadores, Lula resolveu mandar, com pedido de urgência constitucional ao Congresso, os quatro projetos de lei com as novas regras do pré-sal.

A urgência constitucional havia sido retirada por Lula a pedido dos governadores de São Paulo, José Serra, do Rio, Sérgio Cabral, e do Espírito Santo, Paulo Hartung, durante jantar no domingo.

Por sugestão das lideranças políticas da base governista, foi restabelecida ontem pela manhã.

O desejo dos partidos governistas de ocupar todas as relatorias dos projetos do pré-sal irritaram a oposição que já está pronta para perder mais uma batalha.

Conta complicada

O diretor financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, explicou que ainda não está fechado o valor unitário do petróleo dos 5 bilhões de barris que a União vai usar para capitalizar a Petrobras.

Para esse cálculo terão que ser levados em conta o valor presente do fluxo futuro de produção, o que inclui os investimentos necessários para desenvolver essas reservas (tirá-las de baixo da terra), o custo operacional, os volumes de produção e o preço futuro do barril.

O mercado considerou confuso o projeto de capitalização da Petrobras e as ações da companhia caíram 4,5% (ON) e 3,59% (PN).

Façam o jogo

A Petrobras vai contratar empresas especializadas no cálculo dessas reservas, que ainda não foram comprovadas.

Uma delas é a DeGolyer & MacNaughton, que é especializada em certificação de reservas no setor de petróleo e gás natural.

Jogada complicada

A capitalização será feita através de duas operações.

A primeira será uma emissão de ações da Petrobras em que o governo vai subscrever o equivalente a até 5 bilhões de barris de petróleo em títulos públicos, e integralizá-los no capital da companhia.

No segundo momento os minoritários vão exercer, à medida do seu apetite, o direito de acompanhar o governo para não serem diluídos.

Teatro do João Minhoca

Com possível ajuda do cerimonial do governo, a seita Greenpeace fez protesto contra o petróleo, aproveitando o palanque do pré sal em Brasília.

O ministro da “metade do ambiente” Carlos Minc achou o protesto fraco, mas válido.

O chefão Stalinácio está doido para exonerá-lo, mas aguarda o inverno chegar na Sibéria.

BB Global

O Banco do Brasil está iniciando operações de varejo bancário nos Estados Unidos, com a criação da BB Money Transfers, subsidiária que tem por objetivo fazer as remessas financeiras de brasileiros residentes nos states.

Com a BB Money Transfers, que recebeu investimento de US$ 1,2 milhão para começar a operar, o banco está de olho em um público estimado em 1,4 milhão de brasileiros residentes nos EUA, dos quais cerca de 70% mandam dinheiro para o Brasil.

O BB só espera que o Federal Reserve (Fed) autorize, ainda neste semestre, o oferecimento de serviços financeiros básicos ao varejo, como depósitos, investimentos e cartões de crédito para brasileiros e latino-americanos que lá residem.

Blog do Stalinácio

Foi um mega sucesso ontem a estréia do blog que vai mostrar o dia a dia do chefão Lula da Silva.

Teve tantos acessos que o sistema acabou ficando fora do ar durante toda a manhã de ontem.

Hospedado na Datavprev, Blog do Planalto foi programado para receber até seis mil visitas simultaneamente, mas recebeu mais de 10 mil.

Novidades

Em breve, Lula também deve estar presente no YouTube, com um canal exclusivo, e no Twitter.

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência (Secom) informa que a ferramenta se concentrará na rotina do presidente, agenda diária, gravações e pronunciamentos feitos por Lula sobre as decisões tomadas pelo governo.

O Blog do Planalto conta com uma equipe de cinco profissionais, que está trabalhando há dois meses no projeto.

O coordenador Jorge Cordeiro (ex-Globo, JB, assessoria da prefeitura de São Paulo), os redatores Daniel Carvalho (ex-Global Voz) e Mayana Diniz (equipe do Planalto); o programador Marcos Machado e o webdesigner Daniel Pádua (ex-EBC).

Entrevista com o Cabo Anselmo

Quem não viu a entrevista de José Anselmo dos Santos ao programa Canal Livre, da Band, no final da noite de domingo, pode dar uma olhada no site “A Verdade Sufocada”.

Acesse o link:

http://www.averdadesufocada.com/index.php?option=com_content&task=view&id=2267&Itemid=34

O programa está completo, dividido em partes.

Vida que segue…

Ave ataque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 1º de Setembro de 2009.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s